A IMPORTÂNCIA DAS TUAS MARCAS NA MEDIAÇÃO IMOBILIARIA

“O meu máximo é pouco, e a duvidida subsiste, para quem confia em mim incondicionalmente!”

José Guerreiro 

A busca por este tema sugerido pelo Massimo Forte, leva-me a vaguear mentalmente, recordando como melhor exemplo Dave Liniger, durante a década de 70 em Denver/Colorado nos EUA, um sucedido consultor imobiliário. Após alguns anos de trabalho numa grande empresa imobiliária, apercebeu-se que era ele próprio que atraia os clientes para a compra de imóveis, e não a marca para quem ele prestava serviços. Este homem iria tornar-se mais tarde, o fundador da marca RE/MAX, mas antes da fundação, ele próprio já era uma MARCA a nível individual.

Na minha opinião uma marca pessoal, tal como a minha, deveria basear-se em princípios e valores que a tornem eficaz no presente, e principalmente, qua a façam perdurar no tempo:

  • O cliente está sempre em primeiro lugar! É preciso estar sempre pronto para alcançar a excelência, desde que seja efetivamente um cliente;
  • Ser humilde para aprender e perceber que precisamos de todos, e ninguém sabe tudo. Formação de qualidade constante é essencial para servir melhor os clientes. O pensar fora da caixa, ter gosto e paixão pelo que se faz. A crítica está, e estará ao serviço do meu crescimento pessoal, a qual deverá ser sempre construtiva;
  • A remuneração que irei receber não é essencial. O princípio é uma prestação de serviço com a maior qualidade possível, a remuneração é uma consequência natural e devida, que virá a seu tempo;
  • Prestar-me a uma prestação de serviço de qualidade e de esforço igual, seja um arrendamento de 300€, ou uma moradia de 300.000€. Afinal todos os clientes são pessoas e esperam o melhor de nós;
  • Fazer a diferença! Pagar o preço necessário com trabalho e superar expectativas de clientes, seja numa grande marca, ou numa marca isolada.

Se repetir todos estes passos durante vários anos, poderá surgir uma forte marca pessoal, e quiçá, amanhã poderá sonhar com uma nova marca imobiliária mundialmente conhecida.

Mas para manter o sucesso é preciso manter os passos.

Artigo da autoria de: José Guerreiro | Imopartilha | Angariador Imobiliário e Co/Responsável pelo recrutamento e desenvolvimento de loja

(Visited 1 times, 1 visits today)