NÃO BASTA PARECER, É PRECISO SER – a Mediação Imobiliária na Madeira

NÃO BASTA PARECER, É PRECISO SER.

A Mediação Imobiliária na Madeira

A fantástica ilha da Madeira é sem dúvida um dos paraísos europeus mais espetaculares no meio do Atlântico. Rica em culturas tropicais, gastronomia local, e um mar sem fim, a Madeira é hoje cada vez mais um local aprazível não apenas para turistas temporários, mas cada vez mais, para turistas definitivos. Neste âmbito, e principalmente nos últimos meses, o mercado imobiliário da ilha da Madeira tem vindo a crescer de forma sustentada, dando indicações claras ao nível da qualidade da sua construção, bem como de novos projetos em curso.

Felizmente, a Mediação Imobiliária tem vindo a acompanhar esta tendência, e após um período conturbado, o otimismo dos principais mediadores locais, bem como dos que conseguiram continuar a sua atividade, é sem dúvida perentório! Mas, só por si, o otimismo não chega, o mercado mudou e o produto e / ou o preço, já não são fatores críticos de sucesso, são sim fatores obrigatórios para qualquer profissional dedicado à nossa atividade! Hoje a relação acompanhada de um serviço personalizado e especializado é o que nos distingue dos demais, mas não basta parecer, é preciso ser.

Acompanho a evolução de inúmeras empresas sediadas na Madeira, e noto uma preocupação extrema na mudança e atualização de procedimentos rumo à excelência do serviço, melhor dizendo, rumo às pessoas e às suas reais necessidades no seu mercado. Há um cuidado que tem vindo a melhorar não só com a imagem das agências, mas sobretudo, com o recrutamento para garantir a qualidade dos Agentes que tem vindo a melhorar, tal como a sua capacidade para à vontade de partilhar os seus negócios de forma clara, transparente e direta, tudo práticas que os bons profissionais desta ilha vão ter tendência a usar, a aplicar. Contudo, ainda não estamos lá, ou seja, existe uma forte consciencialização a qual que, quando posta em prática, provoca algumas dores de crescimento.

Acredito que, ultrapassando estas dores de crescimento, se consiga caminhar para uma proliferação da qualidade do serviço da Mediação baseada na contratação de serviços em exclusivo, sejam estes para cliente vendedor, ou para cliente comprador. Também na partilha, não poderemos continuar a fazer apenas uma partilha do negócio, mas sim, e cada vez mais, do know-how aliado à honestidade e ética. Teremos como tendência clientes cada vez mais bem informados, clientes que exigem um serviço especializado e personalizado, logo, um sistema como o MLS (plataforma de partilha de imóveis reservada apenas para consulta por profissionais), aliado a uma formação atualizada, baseada em pessoas e não em imóveis, será a alavancagem para a profissionalização da atividade de Mediação Imobiliária deste lugar único no mundo chamado Madeira.

(Visited 16 times, 1 visits today)