Parabéns Nuno Gomes, bem-vinda a Alvalade RE/MAX Prestige!

Falar de mediação imobiliária em Portugal e não falar do Nuno Gomes, é difícil. Na maior parte dos cursos de formação que dou neste âmbito, e mesmo noutros como vendas ou empreendedorismo, falar-se do profissional Nuno Gomes é um hábito constante. Muitos, e principalmente aqueles que não o conhecem, ou que nunca privaram com ele, têm uma perceção muitas vezes errada de uma pessoa altiva, pouco acessível e até arrogante. Muitas pessoas têm esta perceção, contudo quem o conhece bem, e principalmente os seus clientes, sabem que o Nuno é exatamente o oposto, o que se prova devido à sua extraordinária evolução de carreira que eu tive a oportunidade e honra de assistir.

Conheci-o em 2007 na RE/MAX Portugal como formador e coach, marcou-me especialmente uma ocasião que passo a testemunhar, na Convenção Nacional da RE/MAX em 2008 no Funchal, fui convidado a fazer uma palestra de um tema à minha escolha, o grande desafio não era este, mas sim, fazer a palestra à mesma hora do que outra palestra do evento do então guru da formação Ângelo Fradera, cujo o tema era central era sobre vendas e técnicas. Enfim, aceitei o desafio e acabei por falar de empatia, um fator para mim fundamental na atividade de venda. Pelo tema em cartaz, não tive muita gente em sala, tive sim alguns Top Producers, entre eles o Nuno Gomes, o qual, não só me deu um prazer e satisfação enorme de participação ativa, mas também acabou por enriquecer a minha exposição com questões excelentes e pertinentes. No início da palestra, lembro-me que não resisti à pergunta: “porque razão optou por esta palestra?”, à qual me respondeu de forma sincera e direta “já vi o Ângelo várias vezes, preciso de coisas novas…”. O comportamento do Nuno foi exemplar, como sempre, mas o que marcou este evento, foram sem dúvida as perguntas poderosas que ele me fez com um único intuito aqui resumido numa única pergunta “como é que eu consigo perceber melhor o meu cliente”.

O Nuno efetivamente é um profissional brilhante, pois preocupa-se de forma constante em perceber e entender o seu cliente para o servir melhor e para ir ao encontro das suas necessidades. Utiliza várias ferramentas comportamentais como a empatia, mas a grande característica dele é a humildade como trata, não só os seus clientes, mas também o seus pares. É também a meu ver um profissional da Mediação Imobiliária muito atual e com visão de futuro, pois integra-se de todas as questões técnicas do imóvel e trata esta informação de forma exímia, procura sempre estar bem informado, mas sabe que não é esse o fulcro da sua atividade, por isso procura formar-se na parte comportamental, ou seja, como tratar e nutrir os seus clientes mas também a sua equipa inteiramente recrutada e gerida por si, mas sobretudo integrada por si com base nos seus valores, valores estes que o formaram como pessoa e que o transportou neste percurso como profissional: respeito; integridade; responsabilidade; transparência e ética profissional.

Por fim, gostaria de terminar o meu contributo para o Nuno Gomes, relembrando outra história que costumo replicar nas minhas formações e que tem o Nuno como ator principal. Um dia de verão fui à praia e encontrei uma amiga minha que já não via há muitos anos, naquela altura ela sabia que eu estava ligado à RE/MAX e à mediação imobiliária em geral e perguntou-me se eu não conhecia um tal de Nuno Gomes, respondi com convicção e satisfação que sim e até lhe dei formação. Ela ficou olhar para mim com um cara estranha, e perguntou-me de seguida o que eu achava dele? Eu repliquei com a minha sinceridade que me caracteriza, que é um dos melhores profissionais da área que eu conheço. “mas achas mesmo?”, dizia-me ela, “sim, não tenho dúvidas!”. Claro que em determinada altura fui eu que a questionei e perguntei-lhe o porquê da sua pergunta, o que teria acontecido? Explicou-me as várias peripécias que teve com ele, após a sua escolha como agente exclusivo para a venda da casa dela, e que, de facto, a venda não tinha sido fácil, em determinada altura ela ficou com muitas dúvidas em relação à competência do Nuno, pois não conseguia perceber que ela, como proprietária nessa altura era também parte integrante da venda, ou seja, teria de colaborar naquilo que o Nuno precisasse para se conseguir a venda da casa, resumindo, ela não estava habituada a trabalhar com um profissional, depois de descrever os vários episódios das visitas e outras situações do processo, termina dizendo-me o seguinte:

“…o Nuno vendeu a minha casa, que eu não conseguia vender, aconselhou-me numa série de situações que eu desconhecia e acabou por encontrar a casa que eu pretendia comprar e que ainda hoje vivo… sempre que tenho dúvidas recorro a ele, e tenho a certeza que no futuro se tiver vender esta casa será a ele que vou recorrer…”

Testemunho Massimo Forte – “O que aprendi no caminho do topo – A história de um homem que chegou a número 1″

 

(Visited 8 times, 1 visits today)