Uma Casa Feliz

Uma Casa Feliz

Para um angariador imobiliário, o seu cliente está a fazer a compra de um imóvel, mas pondo de lado a faceta mais racional deste negócio, o seu cliente está na realidade a escolher uma casa onde quer ser feliz.

A compra de um imóvel é na maior parte das vezes emocional, mas será que o nosso processo de venda o é? Será que conhecemos os pequenos pormenores que fazem toda a diferença entre um serviço e um serviço de excelência? Vejamos, todos nós temos uma imagem do que é para nós uma casa feliz, poderá ser a casa dos nossos pais, dos nossos tios, a casa onde passávamos férias…”essa casa existe dentro de nós”.

O cliente sabe perfeitamente o que procura para além da tipologia, área, localização etc. A luz, as cores, a disposição, a organização são por exemplo factores que podem de imediato servir de gatilho ou travão para uma decisão sobre um imóvel, reflectindo sobre este ponto, como trabalha a sua angariação ou venda, sabe o que agrada ao seu cliente comprador, sabe o que pode fazer para ajudar o seu cliente vendedor a tornar o seu imóvel mais apetecível?

Encontrei muitas respostas no livro da decoradora Maria Barros, “Casa Feliz”, publicado pela editora “A Esfera dos Livros”, um guia prático de decoração que poderá ser uma excelente ferramenta de trabalho para acrescentar mais ao serviço da Angariação. Neste livro abordam-se temas úteis sobre a organização e decoração prática de uma casa para a tornar mais apetecível para uma vivência feliz.

Questões como: “Tenho coisas a mais em casa e não tenho espaço para arrumar nada”; “Não sei que cama comprar porque o meu quarto é muito pequeno”; “Devo investir num bom sofá?”; “Em minha casa nada funciona. Da torneira que pinga ao armário da cozinha que está empanado”; “O bege é a melhor opção para não cometer erros em decoração?”; “Adoro cor-de-laranja, posso pintar o meu quarto nesta cor?”; “Que materiais devo utilizar na casa de banho?”; “ Começo as obras ou uma remodelação da minha casa por que zona da casa, a sala ou o quarto?”, são respondidas pela decoradora Maria Barros numa linguagem prática, divertida e acessível.

Sendo a mediação cada vez mais um negócio de pessoas para pessoas, temas como estes podem ajudar a acrescentar valor ao serviço da mediação que pode ir mais além, e ajudar o seu cliente a tornar a sua casa mais apetecível com pequenas acções que podem influenciar, e muito, a percepção de um comprador. Saber identificar o potencial de cada casa para se tornar numa casa feliz, para depois ajudar cada cliente a visualiza-lo é um grande desafio, mas cada vez mais será uma capacidade a explorar.

 

Artigo publica na Revista CRS Portugal

(Visited 21 times, 1 visits today)