MIAMI, THE NEXT BIG THING!

Na minha última viagem aos Estados Unidos tive o prazer de conhecer Daniel Ickowicz, Broker e Owner da Elite International, contacto gentilmente cedido pelos mentores do Café Imobiliário, Guillerme Carnicelli e Gustavo Zanotto.

O objetivo deste networking, foi o de conhecer de perto a realidade do setor imobiliário local de Miami através de um player de destaque, só assim seria possível perceber como funciona este mercado que conta já com uma longa história focada no investimento imobiliário onde a Elite International se movimenta há mais e de 30 anos.

Após uma excelente receção, Daniel Ickowicz explicou que são cada vez mais os estrangeiros que procuram a região da Florida para investir em imóveis nos Estados Unidos, continua a ser o destino preferido para o investidor representando cerca de 22% do total do investimento Norte-Americano.

O valor médio atual de uma propriedade transacionada no Estado da Flórida ronda os 339.300 US$. Segundo o relatório publicado em 2017, “Profile of International Home Buyers” da Miami Association of Realtors, entidade que representa os agentes imobiliários de Miami, face a 2016, verificou-se um aumento de 41% no ato de aquisição de propriedades em Miami, um aumento muito substancial e representativo da atratividade deste mercado, onde em 2017 foram gastos cerca de 7,1 biliões US$ na compra de imóveis na zona Sul da Flórida, um aumento de 29% em relação aos 6,2 biliões US$ do ano anterior.

As pessoas que adquirem um imóvel no Sul da Flórida preferem condomínios (55%). Em termos de localização da oferta, 57% encontra-se na região central e/ou na zona urbana. A intenção da maioria dos investidores é o arrendamento (buy to let), ou a utilização do imóvel como casa de férias, ou ainda, a junção de ambas as opções.

A principal razão deste crescimento tem a ver com a cidade de Miami em si, que é hoje considerada como uma das cidade Norte-Americanas com maior potencial de desenvolvimento e que tem vindo a saber atrair novos moradores e investidores estrangeiros pelo seu know how  de gestão e harmonização da heterogeneidade cultural que tanto caracteriza esta cidade e que também soube atrair a atenção do tecido empresarial, que ao longo dos anos tem vindo a aumentar criando novos postos de trabalho e aumento da procura por habitação.

Para finalizar, será importante referir que o setor imobiliário da mediação em Miami opera apenas com um único MLS (Multi Listing Services), onde todos os mediadores estão inscritos, pois 99% dos profissionais em Miami trabalham em exclusivo.

Depois de um excelente encontro e de uma grande cumplicidade, a vontade é de voltar todos os anos…