Housefy, A Imobiliária Digital Que Ajuda A Vender Casas Em 60 Dias

  • Proptech fechou ronda de investimento de 6 milhões de euros em maio
  • Processo de venda de particular para particular que já ajudou a poupar 30 milhões de euros
  • Empresa presente na Grande Lisboa e zona metropolitana do Porto com a submarca Housefy.pt 

A Housfy, plataforma tecnológica de compra e venda de imóveis sem comissões nem intermediários, chegou este verão a Portugal com o nome Housefy. A Proptech operará na zona da Grande Lisboa e área metropolitana do Porto, onde se vendem mais de 100.000 casas por ano.

Depois de ter entrado no mercado italiano em fevereiro, Portugal é o terceiro país onde a agência imobiliária digital estabelece negócio no prazo de dois anos. Atualmente, para além do território espanhol, a sua rede de operações estende-se a quatro cidades internacionais: Milão, Roma, Lisboa e Porto. Ainda em 2019, a agência planeia expandir-se para as cidades italianas de Turim, Génova, Bolonha, Florença, e ainda um quarto mercado: França.

Albert Bosch, CEO e fundador da Housfy, mostra-se confiante com este novo início de atividade“O mercado imobiliário em Lisboa e no Porto está muito ativo, o consumidor português é semelhante ao espanhol. Estes fatores, em conjunto com muitos outros, levam-nos a crer que a receção do nosso modelo de negócio será igual ou superior à de Espanha.” O empresário espanhol adianta ainda que “no primeiro no, o nosso objetivo será chegar aos 300 imóveis em carteira e a 100 transações.”

Quando comparado com os fees praticados pelas agências imobiliárias tradicionais, que por norma oscilam entre os 3 e os 8%, com a Housefy o vendedor poderá poupar até cerca de 20.000€ por transação. De igual forma, o sucesso da Proptech é o sucesso do vendedor, já que os respetivos serviços apenas são cobrados mediante a concretização da venda. “Sabemos que é um mercado altamente competitivo e por isso desenhamos a Housefy para ser fácil, rápida, segura e com sucesso garantido,” define o CEO.

Albert Bosch, Carlos Blanco e Miquel A. Mora, membros da direção da Housefy

A transparência é o grande foco da empresa: dar a possibilidade de ser o vendedor a analisar e monitorizar todo o processo de venda, sem sair do seu sofá. Todo a transação é feita de particular para particular. No primeiro contacto com a Housefy é realizada uma avaliação digital imediata para estabelecer o preço de venda do anúncio. Ainda que o cliente tenha sempre a palavra final sobre o valor, a plataforma dispõe de uma ferramenta que apresenta a melhor relação preço/tempo de venda. Esta análise é realizada com base em Big Data e Inteligência Artificial, cruzando os dados de várias fontes e comparando-os, ao momento, com a informação dos imóveis com características similares nos vários portais de imobiliário.

O nome da empresa em Portugal será uma das diferenças face a Espanha. À semelhança de Itália, por razões de comunicação, a agência imobiliária digital utilizará o nome Housefy, em vez de Housfy. “Trata-se de uma pequena alteração por razões de comunicação e publicidade que não afetará o posicionamento da mara em Espanha, mas que nos ajudará a internacionalizar a empresa através da palavra ‘House’,” comentou Bosch.

Entre outros serviços, a Housefy oferece aos seus clientes fotografias profissionais, posicionamento destacado nos principais portais imobiliários, tais como o Idealista ou o Lardocelar, aconselhamento personalizado por parte de um profissional experiente durante todo o processo, agendamento de visitas e gestão de toda a documentação e contratos, até à conclusão da venda.

A empresa nasceu em maio de 2017 e desde então reuniu 9.7M€ em rondas de investimento com a Seaya Ventures, DN Capital, Torch Capital ou a Cathay Capital. Deste total, 6M€ foram angariados em maio de 2019 e estão a ser aplicados no crescimento em Itália e no lançamento em Portugal – para já focado na Grande Lisboa e zona Metropolitana do Porto.

Na vizinha Espanha, a Housfy é a agência imobiliária digital que mais imóveis vende, comercializando atualmente 6 casas por dia, tendo chegado a vender 10 em apenas 24 horas. O seu território de operação estende-se a mais de 1.000 municípios espanhóis, sendo que em Madrid e Barcelona já ocupa cerca de 5% da quota de mercado.

A transparência é o grande foco da empresa: dar a possibilidade de ser o vendedor a analisar e monitorizar todo o processo de venda, sem sair do seu sofá. Todo a transação é feita de particular para particular. No primeiro contacto com a Housefy é realizada uma avaliação digital imediata para estabelecer o preço de venda do anúncio. Ainda que o cliente tenha sempre a palavra final sobre o valor, a plataforma dispõe de uma ferramenta que apresenta a melhor relação preço/tempo de venda. Esta análise é realizada com base em Big Data e Inteligência Artificial, cruzando os dados de várias fontes e comparando-os, ao momento, com a informação dos imóveis com características similares nos vários portais de imobiliário.
O nome da empresa em Portugal será uma das diferenças face a Espanha. À semelhança de Itália, por razões de comunicação, a agência imobiliária digital utilizará o nome Housefy, em vez de Housfy. “Trata-se de uma pequena alteração por razões de comunicação e publicidade que não afetará o posicionamento da mara em Espanha, mas que nos ajudará a internacionalizar a empresa através da palavra ‘House’,” comentou Bosch.Entre outros serviços, a Housefy oferece aos seus clientes fotografias profissionais, posicionamento destacado nos principais portais imobiliários, tais como o Idealista ou o Lardocelar, aconselhamento personalizado por parte de um profissional experiente durante todo o processo, agendamento de visitas e gestão de toda a documentação e contratos, até à conclusão da venda.

A empresa nasceu em maio de 2017 e desde então reuniu 9.7M€ em rondas de investimento com a Seaya Ventures, DN Capital, Torch Capital ou a Cathay Capital. Deste total, 6M€ foram angariados em maio de 2019 e estão a ser aplicados no crescimento em Itália e no lançamento em Portugal – para já focado na Grande Lisboa e zona Metropolitana do Porto.

Na vizinha Espanha, a Housfy é a agência imobiliária digital que mais imóveis vende, comercializando atualmente 6 casas por dia, tendo chegado a vender 10 em apenas 24 horas. O seu território de operação estende-se a mais de 1.000 municípios espanhóis, sendo que em Madrid e Barcelona já ocupa cerca de 5% da quota de mercado.

Sobre a Housefy.pt:

Housefy é uma plataforma tecnológica de compra e venda de imóveis sem comissões nem intermediários fundada em 2017. A agência imobiliária digital, que opera em Espanha, Itália e Portugal, já vendeu mais de 2.000 imóveis desde que entrou no mercado, sendo já uma das cinco agências que mais vendem em Espanha, com uma média de 6 transações por dia, que se traduzem numa poupança de até 20.000€ por cliente. A empresa reuniu 9.7M€ em rondas de investimento com a Seaya Ventures, DN Capital, Torch Capital ou a Cathay Capital. Com mais de 100 colaboradores, a sede central da Housefy encontra-se no 22@, o distrito tecnológico de Barcelona, sendo que também têm escritórios em Madrid, Milão, Roma e Lisboa.