“A IMPORTÂNCIA DE CONSTRUIR DE DENTRO PARA FORA” in blogimobiliario.com by Carla Costa BRANDING | COMUNICAÇÃO | MARCA PESSOAL

VEJA A PUBLICAÇÃO ORIGINAL AQUI

Imagine que está a planear construir a casa dos seus sonhos. Visualize uma localização incrível. Um projeto onde todos os materiais e acabamentos vão ser escolhidos ao pormenor. Esta casa terá a missão de ser um lar, acolher a sua família e receber amigos ao longo do tempo. Criará memórias várias que vão fazer parte da sua história de vida.

O sonho existe e a vontade de materializá-lo também. O próximo passo é gerar ação. ´

Por onde começar? Pela escolha das tintas e do mobiliário ou pelo planeamento do projeto?

Se começar pelo exterior e negligenciar a estrutura base pode estar a construir uma casa aparentemente espetacular, mas que facilmente pode ser destruída perante uma intempérie inesperada.

Se optar começar pelos alicerces e garantir que são sólidos, o teto até pode voar e as paredes podem ruir, mas as fundações permanecem, e a partir daí, é possível reconstruir.

Quando pensar na construção de uma estratégia para a sua Marca Pessoal experimente vê-la como uma casa única e dinâmica. Uma casa que requer solidez, investimento e manutenção.

Nesta fase, assuma a sua responsabilidade. Tome uma posição de liderança perante a criação de uma Marca sólida que acrescente valor ao mercado imobiliário e à vida dos seus clientes.

Naturalmente, existem pessoas que podem ajudar e contribuir, mas a base deve ser criada pelo próprio agente imobiliário, afinal de contas, a Marca Pessoal resulta da soma do seu universo pessoal e profissional.

Neste processo de construção de dentro para fora existem alguns elementos-chave. Partilho 5 dicas que podem ajudá-lo na definição de uma base sólida e autêntica.

1º DEFINA O SEU ADN

A essência da sua marca pessoal é única, mas sabê-lo ou dizê-lo não é suficiente. Para que o impacto seja efetivo é necessário saber comunicá-la de forma eficaz. Só assim será realmente percetível. Comece por escrever qual é a sua missão enquanto agente imobiliário. O que faz e qual é o seu objetivo. Em seguida defina a sua visão. Quem mais importa? Qual é o impacto que quer gerar num contexto mais global e abrangente. E, por fim, selecione os valores principais pelos quais orienta a sua atividade profissional.

Ao realizar este simples exercício estará a definir a base da sua marca. Uma vez identificada, poderá partilhá-la com clientes, parceiros e colegas e tornará visível qual é a sua essência. Estes elementos são exemplos de temas para conteúdos da sua comunicação. Seja num site, vídeo, flyer, post de Facebook ou Instagram, ou biografia no LinkedIn.

2º CLARIFIQUE A SUA PROPOSTA DE VALOR

Ninguém faz um determinado trabalho de forma igual. As metodologias e os processos podem inerentes podem ser semelhantes, mas existe sempre maneira de dar o seu toque pessoal. Porquê? Simples. Não existe ninguém igual a si. Quais são os seus pontos fortes? Quais são as competências ou características que o diferenciam? Explique qual é o valor que o seu trabalho acrescenta e porquê.

Ao fazer este exercício está a contribuir para o seu posicionamento. Seja criativo. Construa um slogan ou um manifesto que traduza a sua proposta de valor. Grave um vídeo onde explica porque é que não existe nenhum agente imobiliário como você.

3º CRIE A SUA HISTÓRIA

“Marketing is no longer about the stuff that you make, but about the stories you tell.” Esta afirmação pertence ao Seth Godin e traduz na perfeição o poder do storytelling no mundo atual. Ao escrever e partilhar a sua história vai criar ligação e aproximar-se dos clientes. Quando fizer este exercício tenha em conta a relevância do que escolhe partilhar. Existem aspetos da sua história pessoal que podem não fazer sentido no contexto profissional. Seja autêntico e mostre quem é. Revele coerência e procure de alguma forma inspirar.

4º DEFINA O TARGET E AS PERSONAS

Na nossa casa, à partida, temos o poder de escolher quem a habita e de convidar quem a visita. Com o target a lógica é semelhante. É fundamental definir as características do público-alvo que quer alcançar. Localização geográfica, nacionalidade, faixa etária, estado civil, perfil socioeconómico, rendimento anual médio, entre outros. E, partir deste exercício, poderá começar a criar as personas. Quais são os seus clientes ideais? Seja específico. Inspire-se e crie várias personagens. Nome, idade, profissão, aparência física, local de residência, comportamento de consumo, entre outros. Quantos mais elementos identificar, mais dados terá para trabalhar a segmentação. Se tiver uma visão clara do target e das personas que quer atrair, aumentará a probabilidade de concretizar o seu objetivo.

5º ESTABELEÇA OBJETIVOS

A construção da Marca Pessoal só acontece se existir um plano estratégico com objetivos exequíveis. Um exemplo: quero ser uma referência no mercado imobiliário. Para que o objetivo seja concretizado é necessário definir e implementar ações que conduzam a este resultado. Neste caso, poderá produzir conteúdos de valor. Contribuir e servir através de partilhas relevantes sejam em formato de artigos, talk, vídeo, lives, eventos ou outras ações.

6º IDENTIFIQUE RECURSOS

Na construção de uma casa são necessários vários tipos de recursos e o mesmo princípio se aplica à sua marca. Identifique os recursos humanos necessários em cada fase do processo de construção. Quem será necessário numa fase inicial? Um designer, webdesigner ou fotógrafo. E numa fase mais avançada? Talvez um coach, videógrafo ou consultor de imagem. Clarifique os recursos financeiros através da definição de um budget realista. Desta forma, terá a noção de quanto pode gastar efetivamente.

Todos os dias, você tem o poder de escolher qual é a Marca que quer construir. Ao fazê-lo de dentro para fora, estará a privilegiar a essência e a criar caminho para uma Marca autêntica. Acredite no seu valor. Sonhe com tudo o que quer realizar. Crie soluções de valor. Invista no seu desenvolvimento pessoal e profissional. Inove ao colocar em prática novas ideias e projetos. Cuide da sua Marca Pessoal e fortaleça-a. Elevá-la apenas depende de si e da sua ação.