Conhece a Apple do Imobiliário?

Chama-se Compass, é norte-americana, nasceu em 2013 para revolucionar a Mediação Imobiliária e hoje já é conhecida como a Apple do mercado imobiliário.

Mais escritórios do que lojas, usam tons pretos e brancos que são equilibrados com madeiras claras em mobiliário de linhas orgânicas e limpas onde surgem pequenos pormenores que marcam pela diferença nas zonas prime das mais importantes cidades norte-americanas. A Compass garante aos seus clientes uma experiência única e memorável que tem como objetivo reforçar o serviço que prestam.

Esta empresa que vem do outro lado no Atlântico e que não é um franchising, destaca-se por oferecer aos seus colaboradores condições únicas de trabalho e relação, para que depois as suas pessoas possam refletir a cultura instalada inequivocamente similar à Apple que se traduz numa experiência inesquecível de serviço aos seus clientes vendedores ou mesmo, compradores.

Mas o que é que a Compass tem de tão diferente? Todas as agências/escritórios ou mesmo equipas têm um staff à disposição dos agentes de forma totalmente gratuita, este custo é assumido pela própria empresa, ou no caso das equipas, pelos Brokers (líderes das equipas de agentes). O Staff é constituído por equipas de gestão processual, jurídico, marketing, branding, tecnologia, formação entre outras áreas satélite ao negócio, além disso o ambiente e condições de trabalho de cada unidade têm à disposição tudo o que seja necessário para facilitar o trabalho do agente: salas de prospecção, salas de qualificação, área de descanso com copa. Tudo num ambiente altamente stylish, ou não fosse esse um dos valores da marca aos quais se juntam: comunicação clara e processos simples.

Este conceito pretende criar uma experiência de cliente positiva para uma situação de venda ou compra de casa, mas como se operacionaliza o processo? A base do sistema reside numa App sempre a preto e branco, onde qualquer agente tem acesso no seu smartphone, na maioria iphones que através de um dedo lhes permite gerir os seus contactos e processos através de uma CRM bastante avançada e acima de tudo simples. Pesquisar imóveis para os seus clientes, fazer uma seleção e enviar automaticamente por email é um processo facilitado pela base de inteligência artificial utilizada na App, o algoritmo consegue perceber as preferências do potencial cliente e se o agente pretender, a CRM continuará a enviar novos imóveis de forma automática quando entrarem, poupando tempo ao agente imobiliário e ao cliente em simultâneo, A App dispõem também de um sistema automatizado exclusivo para conseguir obter o valor adequado de venda do imóvel em tempo real, ou seja, tem uma Meta Search dentro da sua App, também disponibilizam do serviço comming soon, ou seja, avisa quando um imóvel está prestes a entrar no mercado para comercialização, neste caso, avisam a base de dados dos potenciais compradores qualificados e posteriormente, a informação vai para o website na área menu comming soon, proporcionando assim uma venda mais rápida, simples e fácil.

Outro serviço é o denominado de concierge, se um imóvel precisa de pequenas obras e home staging para ser colocado à venda, a Compass coloca à disposição de todos os seus clientes a possibilidade de adiantar o valor desse serviço para poder não só iniciar o processo de venda, mas sobretudo conseguir vender o imóvel pelo valor mais competitivo possível! As Open House na Compass são sempre anunciadas online e dão primazia à sua base de dados, os potenciais clientes terão acesso privilegiado às Open House.

Por ser uma rede própria que gere colaboradores independentes, assume-se como tendo o melhor dos dois mundos, ou seja, tem o sistema de empreendedorismo de um franchising com a gestão de uma multinacional.

A Compass trabalha essencialmente o mercado médio-alto, alto e luxury, estando atualmente a ganhar quota de mercado a todos os seus concorrentes.

Internamente defendem o regime de exclusividade, para eles a única forma de trabalhar, partilham os seus imóveis com todas as outras empresas e defendem a especialização dos seus agentes, seja em área geográfica, segmento ou posicionamento demográfico.

Não existem rankings na Compass, pois para eles este tipo de situações podem enaltecer o Ego e a sua missão é apenas “dar às pessoas possibilidade de viver num sítio melhor”, contudo a empresa tem objetivos e quem não consegue chegar a uma faturação de 150 mil dólares por ano, não terá um lugar sentado no escritório, podendo, contudo, trabalhar desde casa. Depois de dois dias intensos com vários agentes desta empresa, fiquei definitivamente convencido que se encontrou um novo estilo muito atual de fazer mediação imobiliária e que de certa forma rompe com as empresas de franchising que dominaram nos últimos 50 anos o mundo da mediação imobiliária.

Também na mediação imobiliária estão a começar a surgir novas empresas que interpretam a mediação imobiliária de forma diferente, tal como a Apple ou a Tesla já o fizeram antes reinventando um conceito e um serviço!

Artigo do autor publicado na revista VISÃO: https://visao.sapo.pt/opiniao/bolsa-de-especialistas/2020-03-09-conhece-a-apple-do-imobiliario/

fotografia: https://www.bernardandre.com/