VISITE SEM AVISAR

Massimo Forte, Consultor, Formador, Coach, Contactos

Sabia que poderá vir a visitar a sua futura casa sem avisar o proprietário atual?

A Open House, usando o termo original Norte-Americano, foi convertida por algumas empresas de Mediação Imobiliária da mesma origem em Casa Aberta, uma ação de promoção que consiste em convidar uma base de dados de possíveis compradores e pessoas da comunidade envolvente, para visitar uma casa que está à venda num dia e hora especifica. Esta ação de promoção cria a oportunidade de mostrar a casa a todas as pessoas que estejam interessadas no imóvel e a possíveis influenciadores de compra, muitas vezes é uma excelente forma de fechar a venda no próprio dia.

A iniciativa Open House celebra este ano 100 anos de existência e apesar de toda a tecnologia disponível atualmente, o conceito resiste com boa aceitação para quem vende e para quem está interessado em comprar.

Apesar do conceito de Casa Aberta ser de definição simples, sem suscitar grandes duvidas, a organização e a preparação desta ação terá de ser exímia para que o evento seja bem-sucedido e focado na satisfação do cliente proprietário, realizando mais um passo para conseguir a venda do seu imóvel e do potencial cliente comprador, que consegue desta forma visitar à vontade a casa que possivelmente vai adquirir e analisar o interesse de outros interessados. Vamos ver de seguida como funciona:

 

A PREPARAÇÃO

Normalmente a ação Casa Aberta é feita com imóveis usados e não habitados, ou seja, vazios, mas há também situações onde o proprietário ainda habita o imóvel, em qualquer um destes casos, o proprietário terá sempre de autorizar que a ação seja feita, por norma não está presente e faz-se representar pelo seu Agente Imobiliário, o principal responsável e organizador do evento.

O imóvel tem de ser preparado para a ação com o objetivo de efetuar a venda no próprio dia, um pouco como acontece com a venda automóvel, a casa deve estar limpa, arejada e despersonalizada, por exemplo, sem fotografias pessoais dos ainda proprietários. Os acessos exteriores e interiores devem estar desimpedidos e também limpos, a circulação no interior da casa deve ser feita de forma fluída e deve ajudar o percurso da visita. No caso de existirem garagens e roupeiros, terá de haver o mesmo cuidado com a limpeza e organização, na eventualidade de ser uma moradia, os espaços exteriores devem estar cuidados, a relva aparada e as sebes cuidadas.

Quando visitada, a casa deve promover uma experiência de sentidos e o olfato é um dos sentidos cruciais para que esta experiência se torne memorável, tal como nos automóveis novos o cheiro tem de ser marcante, mas não intrusivo, pode-se utilizar ambientadores frescos com odores neutrais para criar uma sensação agradável.

 

POSSO SER CONVIDADO?

As Casas Abertas funcionam como um evento e por isso é feita uma promoção através de convites utilizando vários canais de comunicação para se chegar ao maior número de pessoas que possam ter interesse em visitar e quem sabe, comprar a casa.

É definido um dia, normalmente ao sábado e a hora é sempre escolhida de acordo com a hora de maior movimento na zona para poder ser promovida de forma próxima, as peças de comunicação devem ser adaptadas a cada casa e devem descrever o tipo de imóvel que se está a promover por forma a passar o seu potencial a cada cliente interessado. utiliza-se com frequência brochuras personalizadas do imóvel.

A duração do evento normalmente é de meio dia, cada vez mais são realizados em período de duas horas.

Os vizinhos e comunidade envolvente, bem como as bases de dados do Agente, são os convites mais importantes para se focar com maior frequência. Caso o Agente Imobiliário trabalhe em rede com outros profissionais, o convite deve também ser extensível a outros colegas e à sua rede.

A divulgação destas ações passa cada vez mais pelas redes sociais, mas passa também pela divulgação no site ou blog do Agente ou Agência, muito importante é a divulgação junto da comunidade e negócios locais próximos ao local do evento.

Existem sites de algumas Agências onde está previsto a divulgação das Casas Abertas que acontecem todos os dias.

 

POSSO ENTRAR SEM AVISAR?

Por norma existe sinalética para orientar e identificar onde está o imóvel em Casa Aberta para que consiga chegar sem dificuldade nem demoras ao local. Quando se chega, consegue-se identificar o local devido por exemplo à colocação de balões, bandeiras, ou outras peças que na rua destacam o evento e convidam as pessoas a entrar e visitar sem avisar.

Normalmente no interior da casa existe luz e música ambiente calma que convida a entrar, são também oferecidos refrescos, acepipes e café.

Para receber os clientes vai estar mais do que um Agente, um deles irá fazer uma visita guiada ao imóvel e estará disponível para qualquer dúvida ou pedido de ajuda caso estejam ou não interessados no imóvel, os restantes fazem apoio à ação tirando dúvidas ou apenas colocando os clientes à vontade para a visita.

A Casa Aberta tem evoluído bastante ao longo dos anos e hoje existem por exemplo Casas Abertas para imóveis de luxo que são acessíveis apenas por convite com um guest list restrito, também existem Casas Abertas só para profissionais, as Open Agents, com o objetivo de dar a conhecer o imóvel apenas a profissionais para partilha com a sua rede de contactos; outro conceito, o Multi-Open House, consiste na realização de várias Casas Abertas ao mesmo tempo no mesmo dia proporcionado um verdadeiro tour de casas para compradores interessados em encontrar o imóvel que procuram naquele dia, e por fim, relembrando o conceito de Black Friday que vivemos há poucos dias, existe nos Estados Unidos e Brasil uma ação de Casa Aberta que é apenas promovida com uma alteração substancial no preço de venda inicial da casa, ou seja, com um desconto que apenas é válido por um curto período de tempo, por exemplo, por um fim de semana, afinal, as pessoas precisam de algum tempo para pensar numa compra tão importante.

Agora já sabe, pode visitar e sem avisar!

Artigo publicado na revista VISÃO.