TECNOLOGIA, PROMOÇÃO E VENDA IMOBILIÁRIA

São 11 horas, estou no aeroporto de Las Vegas à espera do meu voo para Chicago e estou ainda no espírito do evento Sell-a-bration | CRS onde encontramos os players e marcas que dominam a Mediação Imobiliária no mundo. Muita partilha de experiências e de como se faz em diferentes locais, muito entusiasmo, muito negócio, mas acima de tudo, muita tecnologia adaptada para a actividade da promoção de imóveis e da Mediação Imobiliária.

Estamos na era da relação, mas hoje a relação não é apenas física, transpõe-se para a World Wide Web (www) que a ajuda a extrapolar e a tornar omnipresente desde os últimos 15 anos. Hoje a internet não se resume apenas a um site, mas sim a um conjunto de canais e ferramentas onde se congrega a promoção feita de forma diferente, sempre com o mesmo objectivo, estar sempre presente para ligar e fidelizar pessoas, e claro, para assim potenciar as hipóteses de promoção bem-sucedida.

No on-line a promoção e a gestão da relação da sua marca pessoal com o seu cliente, tem diferentes canais e ferramentas que evoluem de dia para dia e que estão à distância de um toque com smartphones e tablets:

  • CRM. A gestão da relação da marca com o cliente em tempo real vai ditar a continuidade da mesma. Fundamental para coordenar as várias ferramentas e informação associadas a sua marca e actividade;
  • Site. Comunica, para isso, já não pode apenas falar da marca, tem de saber pôr a marca a “falar” com o cliente;
  • Blog. Inspira, para isso, tem de transmitir a personalidade da marca. Existe com um único objectivo, envolver e influenciar as pessoas que realmente gostam e seguem a marca;
  • Redes Socias. Relacionam, para isso, têm de ligar as pessoas à marca e a marca às pessoas. Pessoas, locais, eventos etc. que representam a imagem da marca, falam e relacionam-se com pessoas que gostam e que se identificam com a marca para ouvir o que estas têm a dizer sobre si. Alguns exemplos:

 

  • Facebook. Ainda líder, mas com uma utilização muito própria, um local para partilha e marketing pessoal acima de tudo;
  • Likedin. A ferramenta de excelência para o networking profissional, logo, mais vocacionado para o mercado corporate;
  • Instagram. Quem procura inspiração, vai ao Instagram. Comunica-se com imagem, tanto em foto, como vídeo;
  • Twitter. Expressa o momento e partilha-o com quem nos segue. Uma ferramenta ainda em uso, mas a perder terreno;
  • Youtube. Um canal de televisão aberto e universal. Quem procura partilhar e consultar vídeos sobre temáticas altamente abrangentes tem aqui a ferramenta certa. Ganhou a sua importância pela capacidade de tornar uma iniciativa, num fenómeno altamente visível e viral.

 

Mas antes de se lançar na escolha da estratégia de promoção para a sua marca, uma das primeiras coisas que aprendi, é que tudo tem de fazer sentido para nós mesmos. Se quiser utilizar uma ferramenta, mas se para si não faz sentido, então o melhor é mesmo não utilizar.

Site ou Blog? Na actividade de promoção de imóveis e Mediação Imobiliária, o mais importante não são os imóveis, pois qualquer portal os tem à sua disposição. Não quero dizer com isto que as empresas de Mediação Imobiliária não devam ter produto para pesquisa, não devem é dar apenas ênfase a esta necessidade. A meu ver, o mais importante é a informação que estamos a dar ao cliente, tanto na sua relevância para este (conteúdos), como na forma como estes estão disponibilizados para serem pesquisados e encontrados rapidamente e instintivamente (design). Deve por isso procurar saber o que é relevante para o seu cliente e para o seu mercado, para fazer com que o seu canal seja procurado repetidamente, tornando-se assim numa referência. Se for especialista no seu mercado, saberá com certeza dar a informação que o seu cliente procura e principalmente, a informação que este ainda não sabe que necessita.

Hoje não se pode falar de on-line sem falar de smartphones ou tablets. Partilho de seguida alguns números de várias estatísticas norte-americanas referentes ao uso do smartphone, números que na minha opinião, não devem ser muito diferentes dos hábitos de uso em Portugal:

  • 78% dos utilizadores do Facebook, utilizam esta ferramenta via smartphone;
  • 91% consulta o seu smartphone ou telemóvel num intervalo contínuo de 6 a 12 minutos;
  • 43% dorme apenas a 1 braço de distância destes;
  • 38% acorda durante a noite para verificar se está tudo bem ou se há novidades;
  • 35%, usam-nos de manhã, na casa de banho.

Posto isto, há que ter em conta 3 questões básicas para testar como está a comunicar:

  • Como está a sua imagem nas redes sociais, vista através de smartphones?
  • A imagem do seu site / blog está adaptada para smartphones?
  • Como é que as pessoas recebem os seus e-mails nos seus smartphones?

Terá de ter uma resposta positiva pelo menos a estas 3 questões para saber que está a trabalhar para construir uma excelente imagem, que tem de ser acessível, legível e adaptada nos seus conteúdos e na sua forma, pois a maior parte das pessoas vão vê-la através do seu smartphone. A boa notícia é que existe uma ferramenta que que lhe permite testar isto, mobiletest.me.

Outra orientação a ter em conta para quem quer comunicar bem no on-line é, que a promoção (a qual implica prospeção), deverá ser feita nos dois canais off-line e on-line, e deverá estar sempre correlacionada para potenciar a sua exposição. Há 5 anos atrás, o investimento de marketing na Mediação Imobiliária para o canal on-line era em média na ordem dos 5% do plano de marketing. Hoje este investimento cresceu para 60%. Estamos na era da relação da marca com os seus verdadeiros seguidores, na era da imagem, da partilha de momentos, na era em que a marca se torna relacional, por isso, deve partilhar os momentos importantes da sua atividade, coloque-os de imediato nas redes socias, o Instagram é perfeito para isto, pois 95% das pessoas retêm a imagem e apenas 10% retêm o que está escrito no artigo. Os vídeos têm cada vez mais impacto, mas sobre quê e como? Faça vídeos de 1 minuto, sobre o seu mercado, sobre a sua zona, sobre o seu bairro, ou sobre a comunidade onde trabalha. Terá de se preparar bem, investir em formação ou profissionais da área e na qualidade do que está a partilhar, lembre-se, termine sempre com um call-to-action (pedido ou sugestão para acção), e faça-o com muita energia!

Potenciar a sua base de dados e fazê-la crescer, é hoje muito mais fácil. Os programas de CRM para a Mediação Imobiliária são mais que muitos, e a preços cada vez mais reduzidos, todos adquiridos e utilizados via on-line, alguns exemplos de sucesso: nimble; contactually… atreva-se, mude e experimente.

Para reforçar a sua estratégia de marca que “fala” com os seus clientes, não se esqueça do Google. Se o seu site / blog estiver bem programado, não necessita de pagar para estar sempre no topo das pesquisas do maior motor de busca do mundo, terá de ser persistente e consistente na publicação e edição de conteúdos (úteis), para isso, terá de ter um plano anual onde terá de constar todos os seu compromissos na publicação de conteúdos no seu site / blog, caso contrário, perderá relevância e terreno. Se tiver essa capacidade, o seu objetivo terá de ser o de ficar no top 5 da pesquisa do Google sem investimento directo, pois as pessoas tendem cada vez mais em clicar nas primeiras buscas não orgânicas, ou seja, não pagas.

Acredito que o que escrevi hoje, para a maior parte das pessoas seja já uma realidade, para outras, será ainda futurologia, outras ainda irão mudar e experimentar. Eu diria à velocidade que estamos a evoluir, o que se sabe hoje, é já a realidade do ontem, pois hoje estão em curso grandes evoluções e novidades tecnológicas que irão revolucionar ainda mais a atividade da promoção de imóveis e da Mediação Imobiliária. Exemplos? Robots que mostram casas; mini drones que nos seguem; smartphones virtuais projetados no pulso ou braço… entre muitas outras aplicações… mas isso, falarei mais à frente noutro artigo com partilha da minha experiência nos Estados Unidos, estejam atentos!

Artigo publicado na Vida Imobiliária.

(Visited 21 times, 1 visits today)