Todos Diferentes, Todos Iguais – O Franchising na Mediação Imobiliária

Todos Diferentes, Todos Iguais – O Franchising na Mediação Imobiliária

Como empresário que sou hoje, e depois de já ter apoiado vários empresários na Mediação Imobiliária adeptos do negócio de franchising, considero que este modelo de negócio é o que oferece maior número de vantagens, contudo, não deixa de ser um negócio, ou seja, há e continuará sempre a haver responsabilidades e riscos.

Por isso, quem possa estar a considerar um novo início nesta atividade, ou mesmo noutra, deve ter em conta que pode encontrar neste modelo de negócio, uma excelente solução para atenuar o risco, pois passa a ser apoiado por uma marca forte, por formação, por partilha de conhecimento testado, comprovado e atualizado de forma sistemática e constante e por ferramentas pensadas à medida do seu novo negócio de franchising.

Analisando mais de perto os principais fatores que apoiam a diminuição de risco do seu negócio, posso referir que um dos mais importantes é a imagem de marca, basta pensar nas três marcas de origem norte-americana implantadas em Portugal há mais de 15 anos, saberá certamente quais são, pois a sua presença é hoje muito forte e notória no nosso país. Depois temos as ferramentas: a formação; a tecnologia; os sistemas operacionais; o marketing; as equipas de apoio no terreno; e principalmente o acompanhamento, que permite uma preciosa ajuda na visão global do negócio e na análise específica de indicadores de performance (KPI’s). Mas o fator chave de sucesso principal, continua e continuará sempre a ser o mesmo, as pessoas.

Por isso, a escolha das pessoas com quem irá abrir um negócio de franchising, deve ser baseada no ADN da marca, ou seja, no que ela representa e defende, na capacidade de envolvimento com o master franchising, na parceria e na partilha proporcionada pelas pessoas que estão na rede pela qual decidirá optar, e por último, mas não menos importante, pela sua capacidade de envolvimento com elas e com o negócio.

Explicando melhor, será como escolher um clube, uma família, um parceiro, uma verdadeira tribo, onde precisa de se sentir fortemente identificado com as suas crenças e valores, e não apenas com as ferramentas que a marca de franchinsing lhe pode oferecer.

Podemos então concordar que o modelo de negócio de franchinsing é de facto uma excelente solução para atenuar o risco, agora, a sua variação começa a depender apenas e exclusivamente de si.

Para finalizar deixo-vos 5 dicas simples para iniciar o seu negócio na Mediação Imobiliária em regime de franchising, que apesar de serem todos iguais, são todos diferentes:

  1. Encontre um negócio que goste e com o qual se identifique, ou pelo qual tenha uma paixão;
  2. Pergunte-se a si mesmo se acha que tem aptidão para esta atividade (seja honesto consigo mesmo);
  3. Pergunte ao seu melhor amigo (não vale os fãs) se ele acha que você tem jeito para esta atividade;
  4. Escolha a rede de franchising não apenas pelas ferramentas e marca, mas sobre tudo pelo ADN, pergunte-se a si mesmo se quer pertencer a esta tribo;
  5. Após a decisão, trabalhe e dedique-se arduamente, pois a marca será importante, mas lembre-se ninguém vai fazer por si.

Artigo publicado no blog Out-of-the-box

 

 

 

 

 

(Visited 2 times, 1 visits today)